Estudos jurídicos: qual a melhor hora para completar sua formação?

  • 15/mar/2018

Estudos jurídicos: qual a melhor hora para completar sua formação?

O Direito, além de ser uma disciplina muito ampla e presente em diversos cursos de ensino superior, também está sempre sendo atualizado, adaptado e renovado. Por isso, mesmo quem já é formado na área sempre pode se beneficiar de um novo curso de estudos jurídicos, como uma pós-graduação ou especialização.

Se você pretende cursar Direito, ou pensa em voltar a estudar para ampliar os conhecimentos na sua área, este post é para você. Confira quais são os momentos perfeitos para começar a sua graduação ou pós-graduação jurídica!

Para concursos públicos

Se seu objetivo é conseguir um cargo público para obter estabilidade e um salário maior, você está no momento certo para iniciar ou retomar seus estudos jurídicos.

Isso porque, além de haver muita demanda e opções de trabalho para o graduado em Direito no serviço público, você também poderá concorrer a vagas que exigem que os candidatos tenham ensino superior em qualquer área.

Esses dois tipos de vagas, somados, respondem à maior parcela dos concursos públicos no país, por isso, as suas chances de ser aprovado aumentam muito.

Para ampliar suas opções

Para quem ainda não começou a faculdade de Direito, é importante saber que o curso é bem abrangente, e depois é possível escolher uma ou mais áreas para atuar. Com isso, pode-se dizer que a formação básica é bem versátil, e o aluno opta por sua especialização após conhecer um pouco de cada esfera — cível, trabalhista, criminal, tributária etc.

Para quem já é formado, retomar os estudos jurídicos com uma pós-graduação proporcionará maior visibilidade e credibilidade ao seu trabalho. Além de advogado em uma área, é possível tornar-se professor, palestrante, ou mesmo passar a atuar em mais campos como um profissional versátil. Isso, obviamente, aumentará os seus ganhos financeiros.

Para atualizar-se

Somente nos últimos anos passamos por duas grandes mudanças na legislação brasileira que afetam muito a vida dos advogados e de seus clientes: o Novo Código de Processo Civil, de 2015, e a Reforma Trabalhista, de 2017. Há ainda, no horizonte, a Reforma da Previdência, outro evento importante para o meio jurídico como um todo — não somente para os advogados trabalhistas.

A maioria dos advogados sabe que é preciso estar sempre estudando e ampliando seus conhecimentos, mas o mais comum é fazê-lo por meio de leituras por conta própria — e elas são muito recomendadas! Porém, ante mudanças tão amplas, o ideal é aliar esse bom hábito a um estudo formal para compreendê-las com mais clareza.

Para a multidisciplinaridade

Ter uma base sólida de conhecimentos jurídicos não é importante somente para quem é advogado ou sonha em passar em um concurso público. O Direito ampara inúmeras disciplinas, como História, Sociologia, Ciência Política e Filosofia. Além, é claro, de estar bastante presente nesses cursos.

A história do Direito confunde-se com a própria história da humanidade, retratando bem a evolução de seu pensamento e organização social. Por isso, se você tem interesse ou se já atua em alguma dessas áreas, aprofundar seus conhecimentos em Direito será muito benéfico para você e o exercício de sua profissão.

Para benefício dos outros

Esse é o motivo número um de ingresso na carreira jurídica: a vontade de ajudar e fazer a diferença. É verdade que nem sempre a aplicação da lei traz o melhor resultado possível para seu cliente, mas é ótimo saber que você está ajudando a resolver um problema significativo de alguém.

Quem tem esse objetivo em mente não precisa necessariamente seguir a carreira de advogado. Uma forma muito eficiente de beneficiar outras pessoas por meio do seu trabalho é pela Mediação de Conflitos.

Qualquer pessoa formada no ensino superior há mais de dois anos pode fazer o curso de Mediação e, assim, atuar para obter uma solução mais rápida a um conflito judicial ou extrajudicial. Se você é advogado, não é preciso entregar a carteirinha da OAB para ser mediador; basta não atuar na Vara onde exerce a mediação.

Para seu próprio benefício

Nosso país tem muitas leis e, se você não trabalha com nada relacionado a elas, provavelmente passará a vida inteira sem conhecer ou entender ao menos uma fração delas. Apesar disso, no dia a dia, sentirá que um pouco de conhecimento faz falta para conhecer seus direitos e não ser vítima de má-fé.

A verdade é que, em praticamente todas as situações cotidianas, estamos interagindo indiretamente com o Direito. Confira alguns destes exemplos:

  • os objetos que você usa são fabricados, exportados e vendidos de acordo com legislações específicas de qualidade;
  • transações bancárias e comerciais são regidas por leis e códigos, inclusive o Código de Defesa do Consumidor;
  • a empresa que fornece energia em sua casa precisa de uma autorização e de um contrato para poder exercer essa atividade.

Com tantas aplicações, pode-se concluir que é uma boa ideia adquirir um conhecimento básico de Direito, não somente para proteger-se contra problemas e desenvolver o pensamento crítico, mas também para entender melhor o funcionamento de diversas coisas.

Para melhorar de vida

Hoje em dia, o número de pessoas com pós-graduação e vários cursos no currículo é muito maior que dez ou quinze anos atrás. Mas ter conhecimentos formais mais aprofundados ainda faz as pessoas se destacarem no mercado de trabalho, especialmente em áreas com poucos profissionais bem-qualificados.

Apesar de haver muitos formados em Direito no país, as pessoas que aliam competência a amplos conhecimentos são poucas e, por isso, muito requisitadas. Portanto, não tenha medo de investir em seus estudos jurídicos só porque a concorrência entre as pessoas mais especializadas cresceu.

Um ponto importante é que você pode fazer a sua graduação ou pós a distância, sofrendo pouco impacto em sua rotina normal, mas obtendo grandes benefícios quando concluí-los.

Esteja certo de que você e sua família melhorarão de vida se você tiver a oportunidade de trabalhar com o que gosta, sendo um profissional versátil, atualizado e com conhecimentos multidisciplinares. Além, é claro, de compreender contratos e saber exigir seus direitos quando necessário.

Retomar os estudos em uma instituição de qualidade ajuda até mesmo na criação de networking, para conhecer pessoas que possam auxiliar e indicar você como referência.

Agora que você já conhece todas as vantagens de completar seus estudos jurídicos e por que isso será útil para sua carreira e para sua vida, que tal entrar em contato conosco? Queremos que você conheça nosso corpo docente altamente qualificado e nossos cursos presenciais, híbridos e a distância — com certeza, um deles é ideal para você!




New Call-to-action


Guia Prático: baixe grátis

Nossos Apps

Nossas Redes Sociais