Como escrever um artigo acadêmico na área do Direito?

  • 09/jan/2018

Como escrever um artigo acadêmico na área do Direito?

Se você é formado em Direito e já atua há algum tempo na área jurídica, provavelmente acumulou experiências, conhecimentos e ideias que gostaria de transmitir às outras pessoas por meio de textos. Fazer isso será enriquecedor para seu Lattes, mas é preciso saber como escrever um artigo acadêmico corretamente.

Para ajudá-lo nessa tarefa, preparamos este post. Ele contém as etapas fundamentais para realizar esse tipo de produção do jeito mais adequado, além de várias dicas. Acompanhe!

Escolha seu tema

Para redigir um bom artigo acadêmico, é preciso ter conhecimento prévio sobre um tema, mas você também deverá pesquisar referências que servirão para enriquecer o texto. Por isso, é fundamental pensar bem em qual será seu tema e escolhê-lo com cuidado. E o mais importante: não basta dominar o assunto, é essencial que você goste de pesquisar sobre ele.

Ao se debruçar sobre um tema, saiba que tipo de produção ele pode render: por exemplo, alguns temas são complexos demais para serem tratados em artigos simples, de mil ou duas mil palavras. Se você deseja fazer um trabalho complexo e aprofundado, é preciso saber o que abordar. Isso só é possível graças a um conhecimento aprofundado do assunto.

Conheça as normas da ABNT

Ao redigir algo tão formal quanto um artigo acadêmico, é indispensável atentar à formatação correta. Por isso, é muito importante conhecer as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para monografias, pesquisas e similares.

O uso correto das normas técnicas de formatação dá mais credibilidade ao texto, pois passa a impressão de profissionalismo e conhecimento adequado para produzir esse tipo de conteúdo.

Algumas das principais exigências técnicas de formatação são:

  • espaçamento de 1,5, exceto para legendas, notas de rodapé e referências;
  • corpo do texto em Times New Roman tamanho 12, na cor preta;
  • fonte tamanho 10 para citações de mais de 3 linhas, tabelas, legendas e notas de rodapé;
  • margens esquerda e superior de 3cm, e direita e inferior de 2cm,
  • além de regras de numeração para títulos e subtítulos.

Defina critérios de relevância

Ao planejar o que você escreverá, determine quais partes do assunto serão abordadas e quais temas secundários são relevantes. Só coloque trechos sobre assuntos que não são o principal se eles realmente forem importantes para a compressão do que você está tratando no artigo.

Se você está, por exemplo, escrevendo sobre Direito Penal, mas precisa que o leitor compreenda um conceito de Direito Civil, explique apenas esse conceito, sem se aprofundar muito — apenas o suficiente para complementar o assunto principal.

Caso contrário, você corre o risco de ficar sidetracked — termo em inglês para designar uma situação na qual alguém se desvia demais para explicar algo relacionado e perde o foco do que estava originalmente falando.

Busque por um orientador e uma publicação

Hoje em dia, são populares artigos mais curtos, publicados somente online, em sites especializados. Eles são úteis para quem deseja um viés qualificado, mas relativamente superficial, sobre um tema, e você pode começar produzindo esse tipo de conteúdo.

No entanto, conforme você progride em seus conhecimentos e estudos, provavelmente passará a escrever textos que tragam uma imersão maior no assunto. Nesse momento, surge a figura do orientador — um especialista no tema tratado, com grande qualificação acadêmica, que poderá trazer instruções interessantes à sua produção.

Para encontrar o orientador ideal, a melhor maneira é frequentar palestras (principalmente em universidades), fazer perguntas ao especialista e entrar em contato com ele nos dias seguintes.

Para isso, explique o tipo de trabalho que está desenvolvendo e o tipo de ajuda que procura. Ele poderá, além de acrescentar suas próprias visões, indicar livros, estudos e outros artigos de referência, que darão um rico embasamento a seu artigo acadêmico.

Após desenvolver um artigo ao longo de semanas ou meses, você certamente gostará de receber algum retorno financeiro — e é aí que entra a publicação. Para começar, você pode distribuir seu texto para diversas plataformas para e-books pagos e enviá-lo para periódicos especializados. Aos poucos, você fará o networking necessário e será cada vez mais fácil divulgar seu trabalho.

Mantenha a regularidade da produção

Se você deseja, futuramente, ter seu nome reconhecido entre aqueles que estudam determinado assunto, escreva com frequência. Pense sobre dúvidas que as pessoas que já possuem certo conhecimento podem ter dentro de uma área e procure sempre saná-las.

Mesmo que, a princípio, você só escreva artigos curtos no LinkedIn ou no JusBrasil, esse já é um bom começo, pois faz com que centenas de pessoas tenham acesso às suas explicações e pontos de vista sobre variadas questões. E, se elas acharem interessante, é grande a chance de procurarem outros textos que tenham sido escritos pelo mesmo autor.

Tenha cuidado com a gramática e o juridiquês

Erros de português diminuem a credibilidade do autor — e para saber como escrever um artigo acadêmico é preciso se expressar bem, transmitir seus conhecimentos com clareza e ter domínio da língua.

Dependendo do tamanho de seu artigo, é recomendável contratar os serviços de um revisor. Assim, além de apresentar um texto correto, esse profissional também poderá remover vícios de linguagem, repetições excessivas de palavras e outros problemas que, apesar de não serem erros, deixam a leitura cansativa.

Outro grande problema de linguagem é o uso exagerado de vocabulário jurídico. Obviamente, você tem grandes conhecimentos na área, e seu público-alvo são outros advogados e estudantes de Direito, que podem compreender termos próprios da profissão.

No entanto, é preciso atentar à facilidade de leitura. Se não forem acrescentar algo relevante ao conteúdo, não insira termos técnicos e rebuscados apenas para mostrar que os conhece. Use-os somente quando necessário para evitar que o resultado final seja um texto enfadonho, que desmotiva o leitor a chegar até o fim.

Investir na área acadêmica é uma ótima ideia para quem gosta de estar sempre aprendendo e de transmitir seus conhecimentos para os outros. Para isso, uma das coisas mais importantes é saber como escrever um artigo acadêmico.




New Call-to-action


Guia Prático: baixe grátis

Nossos Apps

Nossas Redes Sociais