Coaching jurídico: por que se especializar nessa área?

  • 30/abr/2019

Coaching jurídico: por que se especializar nessa área?

O coaching jurídico pode auxiliar advogados, bacharéis e estudantes a alcançarem seus objetivos e metas. Afinal, disciplina, produtividade e inteligência emocional são requisitos essenciais para uma carreira de sucesso em um mercado competitivo.

Os coaches são profissionais capacitados em técnicas, ferramentas e metodologias para melhorar a performance e produzir resultados. O papel do especialista é auxiliar os atendidos em pontos-chave, como desenvolvimento pessoal, organização de tarefas, planejamento, gestão de tempo, empreendedorismo e marketing.

Para conhecer a área e entender por que a pós-graduação é uma excelente opção, continue a leitura deste conteúdo. Ao longo do post, reunimos as principais informações sobre o tema. Não deixe de conferir!

O que é coaching?

O termo deriva da palavra coach (treinador) da língua inglesa e se refere a um processo de desenvolvimento pessoal assistido. Nele, um terceiro fornece os instrumentos necessários para que o atendido saia do estágio atual e alcance objetivos específicos, recorrendo a metodologias de planejamento, produtividade, encorajamento, disciplina, entre outras.

Nesse sentido, os bons programas trabalham com uma base científica sólida para criar ferramentas aptas a melhorar a performance. Além disso, a atuação é essencialmente multidisciplinar, valendo-se de conceitos dos mais variados ramos, como psicologia cognitiva, PNL, gestão e marketing.

Tudo isso é colocado como instrumento para dar clareza quanto aos objetivos e criar estratégias. A aplicação é, portanto, bastante abrangente. Não interessa se o atendido é executivo, advogado ou funcionário público todas as áreas têm suas linhas de chegada, e o coaching pode fornecer os atalhos.

Sessão de coaching

O processo é divido em sessões individuais ou coletivas. A periodicidade é definida entre profissional e atendido, variando conforme a demanda e a complexidade do trabalho.

Em seu modelo mais simples, coach e coachee sentam-se frente a frente e iniciam um diálogo. O facilitador, então, recorre a questões estruturadas para despertar insights, definir objetivos, auxiliar a compreensão de problemas, criar planos de ação etc.

No entanto, o conteúdo pode variar bastante. A sessão parte de objetivos específicos, como estabelecer uma meta pessoal, investigar um problema ou elaborar um plano. A partir daí, o profissional negociará a melhor estratégia para promover as mudanças necessárias e guiará o atendido.

As ferramentas, nesse contexto, exercem um papel relevante. Métodos como matriz SWOT, teste DISC, quadro de ganhos e perdas e muitos outros são vetores para que a pessoa reflita e chegue às conclusões-chave para promover mudanças na vida pessoal ou profissional.

Consequentemente, o coaching se diferencia de uma conversa informal. Não se trata de dar conselhos, mas de aplicar técnicas e ferramentas validadas para gerar resultados específicos e mensuráveis. Não à toa, a popularidade desse tipo de atendimento é crescente.

Vale ressaltar que, como enfrentamos desafios comuns, como procrastinação, dificuldade de gerar resultados, estresse e insatisfação com trabalho, são temas recorrentes nas sessões a inteligência emocional, a disciplina e a produtividade. Em muitos casos, desenvolver essas habilidades é o próprio motivo pelo qual as pessoas procuram o serviço.

Afinal, o que é coaching jurídico?

Como o Direito traz desafios próprios, o coaching precisa se adaptar às demandas específicas dos profissionais da área. Ao entender as peculiaridades do mercado e as dificuldades enfrentadas, cria-se um segmento específico para auxiliar advogados, estudantes, docentes, bacharéis e servidores em seus objetivos.

A especialização do processo é fundamental porque cada nicho exige o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais diferentes — o que faz um bom médico não necessariamente fará um bom advogado, por exemplo. À medida que os problemas são diversificados, as estratégias precisam ser alinhadas.

Resumidamente, saber quais são os desafios de quem deseja montar ou alavancar um escritório, ser aprovado em um concurso, organizar um sem-número de tarefas e prazos, lidar com o estresse, competição e cobrança por resultados permite selecionar as técnicas ideais para gerar aumentos de produtividades e performance.

Sem contar que o alto grau de regulação do mercado jurídico exige um tratamento diferenciado. De um lado, os escritórios sofrem restrições em seus processos de marketing, vendas e gestão; de outro, o acesso aos cargos públicos ocorre por modelos de recrutamento com passos definidos em lei. Tudo isso impacta nas escolhas que devem ser realizadas para sermos bem-sucedidos.

Por isso, o coaching jurídico é uma modalidade desenvolvida para o mercado do Direito, adaptando conceitos, ferramentas e técnicas com o objetivo de enfrentar os dilemas próprios de seus profissionais. Não à toa, pode trazer inúmeros benefícios para advogados, estudantes, docentes e servidores.

Quais são os benefícios do coaching jurídico?

O mercado jurídico é altamente competitivo, tendo milhares de pessoas lutando por espaço. Você pode disputar um nicho para o seu escritório, tentar a aprovação em um concurso ou procurar um emprego nesse segmento, haverá sempre outras pessoas querendo a mesma coisa.

Assim, os envolvidos são constantemente cobrados por resultados, que variam da aprovação em exames até o êxito processual. O insucesso cobra um preço emocional relevante, como ver horas de dedicação jogadas fora por uma sentença desfavorável ou classificação ruim em concurso.

A pressão, no entanto, vai além. O profissional conta com diversas pendências no seu dia a dia, em sua maior parte, demandas estabelecidas com prazos curtos para resolução de problemas complexos e com risco de prejuízo financeiro.

O problema se agrava com a necessidade de manter os estudos mesmo depois da faculdade, sob pena de rapidamente ficar defasado. A todo o momento surgem novas leis, teses e jurisprudências que mudam as regras do jogo.

Por isso, a demanda por coaching cresceu nos últimos anos. Hoje, não só a procura por um especialista se tornou algo mais natural, como ela não está mais restrita aos advogados. O ambiente exige uma visão técnica sobre como ter performance e gerar resultados.

Não por acaso, todos aqueles que lidam com as características do mercado jurídico podem se beneficiar de um processo bem conduzido. Logo abaixo, listamos benefícios que revelam por que o coach é cada vez mais requisitado no segmento jurídico.

Ter clareza quanto a objetivos e metas

Nossos objetivos determinam o que, dentro das incontáveis coisas que podemos realizar, é realmente importante. Assim, um dos resultados buscados pelo coaching é a definição clara de onde se quer chegar e quais são as etapas a serem cumpridas.

Ser mais produtivo

Parte das estratégias para alcançar os objetivos passa por mais organização, disciplina e performance. Por isso, o coach é equipado com as ferramentas necessárias para potencializar a produtividade e vencer comportamentos contraproducentes, como procrastinação e crenças limitantes.

Aumentar o autoconhecimento

O envolvimento permite um inventário mais claro de quais são nossas forças e fraquezas. A partir de então, podemos estruturar programas de desenvolvimento de competências, suprindo nossas dificuldades e promovendo nosso potencial.

Exercitar o pensamento sistêmico

O processo conduz a identificação das relações de causa e efeito que levam à resolução de problemas ou ao alcance de metas. Por exemplo, no Direito, geralmente os profissionais dão maior peso ao conhecimento técnico, mas há situações em que o entrave é alguma habilidade extrajurídica, como gestão e marketing.

Por meio do coaching, podemos entender o cenário e o papel de cada parte para produção dos resultados. Com efeito, a estratégia definida terá mais chances de êxito e daremos o valor adequado às atividades.

Aumentar os ganhos

Ao facilitar o alcance dos nossos objetivos, o processo naturalmente potencializa os ganhos. No dia a dia, ele pode ser o suporte para o crescimento de um escritório, aprovação em um concurso, promoção em uma empresa ou alcance de novas posições no mercado. E tudo isso impacta em nossos rendimentos.

O mais interessante é que as ferramentas podem ser apreendidas para ser aplicadas a nossa própria vida. Além da possibilidade de auxiliar o desenvolvimento de terceiros, podemos colher os benefícios de uma vida mais disciplinada e produtiva, bem como de objetivos claros.

Então, a especialização na área pode ser interessante tanto para quem pretende prestar o serviço de coaching jurídico quanto para quem deseja alcançar metas nas carreiras públicas e privadas do Direito. O foco é desenvolver os meios para enfrentar a competitividade, a pressão, o estresse e os demais obstáculos da área.

Quais são as 7 principais habilidades do coach jurídico?

Uma especialização desenvolverá dois campos de competências técnicas e comportamentais. O primeiro consiste na base de conceitos e ferramentas de coaching, enquanto o segundo nos conhecimentos que dão suporte à prática jurídica, como gestão, empreendedorismo, marketing e métodos de estudo.

Empreendedorismo

Empreender é a habilidade de identificar necessidades e criar bens para satisfazê-las de modo eficiente. Trata-se de uma competência fundamental nos dias de hoje, porque as demandas mudam de forma rápida e constante, logo, estamos sempre à procura de inovações.

Engana-se, portanto, quem pensa que o empreendedorismo é necessário apenas para quem iniciará um negócio. Podemos empreender para resolver problemas nos mais diversos contextos, até nos menos óbvios, como em uma repartição pública.

Marketing

Além de ser capaz de criar e entregar valor, os profissionais do Direito devem gerar demanda. Sem chamar a atenção de potenciais interessados, mesmo um serviço altamente qualificado não vai prosperar.

Um ponto importante, nesse sentido, é entender as limitações do marketing jurídico. Aqui, as habilidades de empreendedorismo também influenciarão bastante, porque o advogado precisa encontrar soluções criativas para divulgar a sua oferta sem violar o Código de Ética e Disciplina da OAB.

Gestão pessoal e profissional

O coach também é capacitado para desenvolver níveis elevados de organização de recursos e definir prioridades. Assim, ele é capaz de lidar com fatores como tempo, energia, dinheiro e insumos de maneira mais produtiva, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

A habilidade é importante porque a competitividade penaliza os profissionais pouco eficientes. Se você não concluir o que, de fato, precisa ser feito, muito provavelmente outra pessoa ocupará o espaço pretendido, como uma vaga em concurso ou contrato com um grande cliente.

Técnicas de estudo para carreiras públicas

As provas de conhecimento dos concursos públicos exigem a memorização de um grande volume de informações o que demanda a aplicação de técnicas específicas de estudo, geralmente fundamentadas na integração de revisões e exercícios constantes à aprendizagem.

Logo, quer seja para uso próprio, quer seja para auxiliar o atendido, o coach jurídico precisa conhecer a metodologia específica. Assim, as técnicas de estudo para carreiras públicas se somarão às ferramentas para superar provas e exames, criando uma rede de suporte para o candidato.

Autocontrole

Normalmente, precisamos sacrificar algo hoje para alcançar um ganho amanhã, daqui a alguns meses ou, até mesmo, anos. Por isso, a sexta habilidade essencial do coach é a capacidade de manter uma vida equilibrada, gerindo adequadamente a relação entre benefícios imediatos e futuros.

Não por acaso, as palavras disciplina e hábito são muito associadas ao processo. Quem deseja emagrecer, passar em um prova, aumentar a participação no mercado ou conquistar uma vaga de emprego precisa controlar os desejos atuais e esperar resultados futuros.

Motivação e engajamento

Além de traçar a linha de chegada com o atendido, o coach, por diversas vezes, terá de aplicar ferramentas para despertar o impulso e a coragem necessários para que a pessoa cumpra as tarefas estabelecidas e promova mudanças.

Inteligência emocional

O fortalecimento do aspecto psicológico também é uma das habilidades do coach. A pressão, a competitividade e o estresse a que estão submetidos os profissionais jurídicos exige uma mentalidade resiliente, protegida contra crenças limitantes e capaz de gerenciar emoções.

Por fim, é importante destacar que a especialização em coaching jurídico tem um lado prático tão relevante quanto o teórico. O estudante conhecerá o procedimento para desenvolver cada uma das habilidades apresentadas e utilizará dessas ferramentas em si mesmo.

Isso passa por diversos estudos de caso, exercícios e proposituras de discussões ao longo do curso. Cria-se um ambiente participativo para que o aluno entenda como as técnicas são aplicadas na prática e compartilhe suas experiências com os demais.

Consequentemente, a capacitação promoverá o crescimento pessoal e profissional, dando ao advogado as técnicas para ter performance e produtividade mais elevadas (até porque os coaches precisam se tornar pessoas inspiradoras para dar confiança para os atendidos também promoverem mudanças).

Então, todos os benefícios apresentados, a sua maneira, se aplicam a coaches e coachees. As ferramentas e os conceitos da pós-graduação podem ser utilizados para o interesse de ambos. Você pode encontrar um novo ramo ou melhorar na sua carreira atual ao se qualificar.

Por que se especializar em coaching jurídico?

Os estudantes e profissionais se beneficiam da aplicação das técnicas às suas próprias vidas. Isto é, você pode encontrar na pós-graduação os conceitos e ferramentas para desenvolver as habilidades necessárias para cumprir as suas metas pessoais e profissionais.

Um ponto relevante é que o curso não é destinado apenas aos formados em Direito. As pessoas de outras áreas podem usar a especialização para entender as peculiaridades do mercado jurídico e se qualificar conforme as características do segmento.

Nesse sentido, a grade do curso não segue a mesma linha das pós-graduações jurídicas. O conteúdo é essencialmente multidisciplinar e contempla as competências que estão no entorno da qualificação técnica. Não importa se o escritório é de Direito Tributário, Trabalhista, Cível, Consumerista etc. ele terá metas que exigem performance e produtividade.

A orientação fica clara quando observamos a grade curricular:

  • Chave de Transformação para um Mindset Empreendedor, Inovador e de Crescimento;

  • Coaching e Desenvolvimento Humano;

  • Coaching Jurídico na Prática – Ferramentas;

  • Coaching para Advogados e Gestão Jurídica;

  • Desenvolvimento Profissional;

  • Empreendedorismo Jurídico e Marketing;

  • Introdução ao Coaching Jurídico;

  • Psicologia Comportamental e Autocontrole Emocional;

  • Técnicas de Estudo e Inteligência Emocional para Concursos;

Note que os assuntos abrangem aspectos psicológicos e comportamentais, além do crescimento nas áreas de suporte à prática jurídica e a qualificação profissional, como técnicas de estudo, gestão de conflitos, marketing e empreendedorismo. E, ao dominar as ferramentas, o profissional poderá utilizá-las em benefício próprio ou de terceiros.

Modalidade e metodologia

A pós-graduação em Coaching Jurídico é oferecida a distância, por meio da plataforma de ensino do Centro de Estudos Jurídicos (CEJUR) da Faculdade  Unyleya. A Learning Management System (LMS) centraliza todas as informações e recursos à disposição do aluno, fóruns, biblioteca, lições, secretaria, referências bibliográficas etc.

Por meio dela, os usuários interagem com tutores, professores e colegas, bem como realizam suas tarefas e avaliações. Logo, não se trata apenas de um veículo para transmitir o conteúdo, mas de uma experiência de aprendizado completa.

A vivência será essencial porque boa parte das oportunidades nasce por meio do networking profissional. Nesse sentido, a especialização pode complementar a participação em eventos de Direito, permitindo o contato com profissionais-chave.

Além disso, à medida que os estudantes debatem as experiências com as técnicas de coaching jurídico, eles adquirem um conhecimento mais aprofundado e entendem como aplicar as ferramentas em diferentes contextos.

Oportunidades e carreira

Durante muito tempo, o processo no segmento jurídico esteve mais restrito ao coaching para advogados. No entanto, atualmente, o mercado se expandiu, e o coaches auxiliam na conquista de objetivos pessoais e profissionais de forma mais ampla.

Uma demanda bastante comum, por exemplo, é a aprovação em concursos públicos e Exame da Ordem. Essa fatia, que já tinha sido abocanhada pelos cursos preparatórios, hoje também pode ser atendida pelo coaching jurídico. As dificuldades de planejamento e disciplina são obstáculos tão grandes quanto o entendimento da matéria.

Por outro lado, mesmo que não seja mais a única opção, o serviço para os advogados não deixa de ser um caminho interessante. Os escritórios de advocacia somam todos os desafios dos negócios tradicionais com a dificuldade de lidar com um mercado regulado e com mais de 1 milhão de profissionais habilitados para atuar.

Além de buscarem a especialização técnica, os advogados precisam alcançar altos níveis de performance. Logo, a procura pelo auxílio especializado é natural e vem crescendo nos últimos anos, inclusive, com incentivo da OAB, que já conta com comissões de coaching jurídico.

De todo modo, é importante não se esquecer do uso pessoal. A pós-graduação fornecerá um conjunto de competências fundamentais dadas as características do mercado, sua competitividade, alto volume de tarefas e cobrança constante por resultados.

Benefícios da pós-graduação

O coaching jurídico traz benefícios para profissional e para o atendido, principalmente em termos de ferramentas práticas para lidar com a vida profissional e pessoal. Contudo, para além dessas vantagens, existem ganhos de utilizar a pós-graduação como meio para se especializar.

Ter maior reconhecimento

As especializações são chanceladas pelo MEC e fornecem prestígio à medida que são realizadas em instituições de ensino de boa reputação. Por isso, o curso é uma forma de construir autoridade na área, gerando reconhecimento e maiores chances de despertar o interesse de potenciais contratantes.

Estudar em horários flexíveis

A modalidade EAD dá condições para que os profissionais conciliem trabalho e estudo. O interessado nos cursos não precisa paralisar suas atividades para se qualificar, bastado organizar seus horários para concluir as tarefas de acordo com o cronograma. Logo, essa é a hora certa para a pós-graduação.

Receber um conteúdo voltado para o mercado profissional

Diferentemente de mestrados e doutorados, que são mais ligados à pesquisa científica, a especialização é construída para atender a necessidades concretas do mercado profissional. Assim, como visto no conteúdo programático, os assuntos abordados serão utilizados no dia a dia do formado.

Estudar com um corpo docente qualificado

A pós-graduação é desenvolvida por profissionais altamente qualificados, contando com mestres e doutores com experiência prática em coaching jurídico. O objetivo é promover a integração entre os aspectos teóricos e práticos para que o aluno construa competências e habilidades úteis para sua vida profissional.

Como escolher o curso?

Os profissionais da área jurídica enfrentam desafios únicos, de modo que o coaching precisa se adaptar às suas peculiaridades para promover melhorias de performance e produtividade. Assim, o aprendizado de conceitos e ferramentas voltadas para o mundo do Direito pode ser uma forma de atender a essa demanda, além de gerar benefícios pessoais.

No entanto, para contar com todos os ganhos, o interessado deve buscar uma instituição de ensino de boa reputação e avaliar a qualificação do corpo docente. O cuidado será fundamental para vivenciar uma experiência de aprendizado completa e satisfatória.

Sendo assim, a pós-graduação em coaching jurídico será a porta de entrada para resultados mais significativos no nível pessoal e profissional e uma excelente oportunidade de carreira no Direito para todos aqueles que desejam um novo campo de atuação no segmento.

Gostou do conteúdo? Para receber outras dicas de carreira e se manter atualizado com as principais novidades do mercado jurídico, assine nossa newsletter!

 




New Call-to-action


Guia Prático: baixe grátis

Nossos Apps

Nossas Redes Sociais